Mensagens

17/04/2015 18:34 - Atualizado em 17/04/2015 18:34

A importância da Escola Bíblica Dominical

A Escola Bíblica Dominical surgiu na Inglaterra, em 1780, criada por Robert Raikes com o objetivo de ensinar as crianças inglesas, alfabetizando-as através da Bíblia. Como jornalista Raikes se interessava pela reforma prisional inglesa, por causas das condições terríveis a que os presos eram submetidos.

Certo dia, ele encontrou um grupo de crianças maltrapilhas brincando na rua. Alguém disse, então, que aos domingos a situação era pior, pois as crianças ficavam desocupadas nesse dia, quase abandonadas, passando o tempo brincando, brigando e aprendendo toda espécie de vícios. Elas extravasavam toda sorte de violência nesse dia. Essas crianças estavam a um passo do mundo do crime. Tendo um profundo amor pelas crianças, Raikes resolveu estabelecer uma escola gratuita para esses meninos de rua. Raikes, então, contratou uma equipe de quatro mulheres no bairro para lecionar, recebendo uma pequena ajuda financeira.

Com a ajuda do Rev. Thomas Stock, Ministro Anglicano, Raikes pôde logo alcançar 100 crianças, de seis a quatorze anos, nessas escolas dominicais. A primeira foi instalada na Rua Saint Catherine. Seu objetivo principal era alfabetizar as crianças, através da Bíblia, e ministrar aulas de religião com o propósito de reformar a sociedade. O objetivo último era modificar-lhes o caráter usando os ensinamentos bíblicos. Assim nasceu a Escola Bíblica Dominical.

Cremos que não temos outros mecanismos melhores que a EBD para o ensino das doutrinas cristãs. Nenhuma organização ao longo da história foi capaz de substituir a EBD. Mas, infelizmente, ela tem sido menosprezada.

Conta-se que no sec. XVI a Igreja da Inglaterra se achava em declínio. Faltava, dentre outras coisas, líderes vocacionados e devidamente preparados. As perseguições de Maria, a Sanguinária, aos cristãos anglicanos, afastaram uma multidão de crentes das igrejas.
Mais tarde, a rainha Elizabeth determinou que fossem convidados jovens universitários para a liderança das igrejas.

Aos candidatos ao ministério foram feitas as seguintes perguntas: “Quanto são os mandamentos? Onde são encontrados? Repita-os. Recite o Pai Nosso. Onde se encontra o oração modelo?” Resultado: Dos 311 candidatos, apenas 50 deles puderam responder a algumas dessas perguntas. Diante deste triste quadro, um pastor (Edward Dering) disse à rainha: : “…eis que muitos dos nossos pastores estão corrompidos…alguns estão vendendo as propriedades da igreja, outros as estão transformando em bens pessoais, alguns a guardam para os seus filhos… alguns são guarda-costas, outros são rufiões, alguns são mascates e caçadores, outros são jogadores de dados ou de baralho, alguns são guias cegos que nada podem ver… E no entanto, enquanto são cometidas todas essas corrupções, vós, de cuja mão Deus haverá de requerer, vos sentais quieta e inabalada. Visto que isso, provavelmente, não afeta o vosso governo, estai tão contente em deixar as coisas como estão…”

Lendo este discurso de Edwar Dering, fico com a sensação de que ele profetizava para os tempos de hoje. Dr. Russel Shedd afirmou: “A maioria dos crentes e, infelizmente, dos líderes de nossas igrejas, não querem o conhecimento da Palavra. Basta, tão somente, que o auditório se emocione.”

Oramos para que o bondoso Deus desperte em cada um de nós, crentes em Jesus Cristo, o amor pelo estudo e pela reflexão da Palavra de Deus.

A propósito, você é aluno da Escola Bíblica Dominical?

Pr. Arlécio F. Costa

Recentes

Mensagem - Persevera, Mulher de Deus

Educação Cristã

Persevera, Mulher de Deus

Mensagem - Dízimos e Ofertas

Pastoral

Dízimos e Ofertas

Mensagem - Lideranca Espiritual

Pastoral

Nunca mais seremos os mesmos

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.