Mensagens

17/09/2014 19:39 - Atualizado em 17/09/2014 19:43

A terra que cultivamos em nosso coração.

Mateus 13.18-23

18. Atendei vós, pois, à parábola do semeador.
19. A todos os que ouvem a palavra do reino e não a compreendem, vem o maligno e arrebata o que lhes foi semeado no coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho.
20. O que foi semeado em solo rochoso, esse é o que ouve a palavra e a recebe logo, com alegria;
21. mas não tem raiz em si mesmo, sendo, antes, de pouca duração; em lhe chegando a angústia ou a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza.
22. O que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera.
23. Mas o que foi semeado em boa terra é o que ouve a palavra e a compreende; este frutifica e produz a cem, a sessenta e a trinta por um.

Como está o terreno do nosso coração? Pronto para ser semeado e frutificar?

A Palavra de Deus faz referência por diversas vezes sobre o cuidado com o nosso coração. (Pv.4:23; Pv.23:17; 1Cr.29:18; Jr.17:9).

Na Palavra também, e precisa ser sempre nela mesmo, encontramos a comparação do coração como fonte de sentimentos e juízos. (Pv.15:13; Sl.73:26; Is.65:14; Sl.109:22; Ef.4:18).

Na parábola do semeador em Mateus 13.18-23, Jesus trata em 6 versos o que inegavelmente acontece nos corações de quem ouve a Palavra pregada. E a pergunta aqui é: que tipo de terreno tem o nosso coração?

Às vezes, a Palavra está sendo pregada e o nosso coração está tão longe que é impossível compreender o que está sendo dito. Infelizmente, nem ao menos conseguimos meditar na Palavra. O risco é de o nosso coração estar como aquele terreno à beira de um caminho. Aquele terreno que está no limite de onde nasce alguma vegetação, mas na verdade, ele inicia aquela parte onde nada cresce ou nasce; (vs.19).

Outras vezes, a Palavra é compreensível e chega com tamanha alegria em nosso coração que faltamos explodir. As reações são diversas: risos, choros de alegria, um alívio instantâneo, paz, etc. Mas basta sair desse ambiente onde a Palavra está sendo ministrada, que a angustia e o medo da perseguição apontam em nossas vidas, mesmo no simples ato de manifestar ao próximo a verdade que acabamos de dar crédito. Isto geralmente faz com que desistimos desta verdade; (vs.20-21).

Também pode ocorrer aquilo que tememos ser o mais comum. Precisamos lutar contra um coração infrutífero. Ouve-se a Palavra…, e a compreende…, ela está lá no fundo do coração…, mas acaba sufocada pelas preocupações do mundo aliadas à ilusão das riquezas, o que, obviamente, não deixam a semente germinar. Esse é o coração sufocado pelas coisas terrenas, cuja tendência é morrer espiritualmente. (vs.22);

Se não guardarmos nosso coração dos prazeres passageiros e diligentemente pensarmos nas coisas que são do alto (Cl.3:2), o terreno do nosso coração será infrutífero. É necessário e mui importante termos um coração produtivo em relação à boa Palavra de Deus. Um terreno fértil que gera crescimento no Reino (vs.23).

Um coração cujo terreno não deixa de produzir por causa dos assaltos das tentações: “porque não veio tentação sobre nós que não fosse humana, mas a fidelidade do Senhor não deixará sermos tentados acima do que podemos resistir. Ele nos dará o escape!” (1 Co.10:13); nem por causa das angústias e perseguições: Pois nos foi revelado que “neste mundo passaríamos por aflições, mas Nosso Senhor que nos salvou e nos doou tamanha paz, venceu o mundo!” (João 16:33); e nem tão pouco se deixa seduzir por prazeres ilusórios ou passageiros: pois … quão difícil é, para os que confiam nas riquezas, entrar no Reino de Deus! (Mc.10:24), e por isso agem loucamente: porque “assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus”; (Lc.12:21).

Devemos lembrar sempre disto: Se há algo sobre tudo que devemos guardar…, guardemos o coração…, porque dele procedem as fontes de vida. (Provérbios 4:23)

Que tenhamos um coração frutífero, produzindo uma grande colheita pelo poder da Palavra de Deus!

Abraço a todos.
Deus os abençoe grandemente. 

Recentes

Mensagem - A importancia da igreja local

Pastoral

A importância da Igreja local

Mensagem - Despertamento Espiritual

Pastoral

Despertamento Espiritual

Mensagem - Família

Família

Família

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.