Mensagens

8/04/2019 11:06 - Atualizado em 8/04/2019 11:06

Acredita?

Você tem algum hobby? Eu tenho um: assistir filmes, na maioria das vezes, em casa. Mas, cá entre nós, gosto mesmo é de um bom filme “água com açúcar” no cinema. As poltronas confortáveis e a pipoca preparam o ambiente para a imaginação ganhar asas. Caixas de som bem instaladas fazem com que a trilha sonora fique ainda mais emocionante. Mas o melhor mesmo é a tela. Aquela tela enorme. E, como se isso tudo já não fosse suficiente, ainda tem o 3D! Dia desses, me vi levantando a mão para pegar uma folha que saltava da tela em um filme de animação. Sim, porque os filmes “água com açúcar” deram lugar para os heróis… Coisas de mãe…

Os créditos sobem na tela, as luzes se acendem e lá vamos nós pra outro mundo fictício. É que quase todos os cinemas estão localizados em shoppings: os “santuários” dos sentidos. Iluminação adequada, clima ambiente, decoração suave e todos os serviços à sua disposição. Tudo ali é artificialmente projetado para fazer você se sentir bem, afinal das contas, estamos na “Era das Sensações”. O lema é: se você não está se sentindo feliz, então troque! De roupa, de emprego, de igreja, de cônjuge! Triste perceber que para muitos até mesmo a compreensão de Deus tem passado pela falsa peneira dos sentimentos. “Se não sinto vontade não oro, não leio a Bíblia e não adoro.”.

Mas essa história não é nova. O profeta já dizia “Enganoso é o coração”. Em cada fase da história da humanidade, homens buscaram se alicerçar em falsas verdades. Sejam impulsionadas pelos sentimentos, por filosofias ou por falsa teologia. Mas, em contrapartida, para cada novo tempo Deus forjava gigantes para o combate.

Da dúvida sobre a bondade de Deus lançada pelo sofrimento, Jó exclamou: “Eu sei que meu Redentor vive e que por fim se levantará sobre a terra!”. Da sombra sobre a divindade de Jesus, provocada pelo gnosticismo nos primórdios do cristianismo, nossos irmãos escreveram o Credo Apostólico, reafirmando que Cristo nasceu, sofreu, morreu na cruz e ressuscitou ao terceiro dia, assim como dizem as Escrituras. Da manipulação da intepretação dos textos bíblicos pela Igreja Romana, os reformadores publicaram os Cinco Solas – pilares básicos da nossa fé – que retificam que a Bíblia é a nossa única regra de fé e prática. Em tempos mais recentes, do questionamento feito pela teologia liberal sobre a veracidade da Palavra de Deus, Billy Graham decidiu acreditar sem questionamentos nas Escrituras e, a partir daí, todas as suas mensagens passaram a ter a mesma temática: “A Bíblia diz…”.

Depois de assistir a um filme e passear no shopping, chego em casa sem muita vontade de ler a Bíblia e não “sinto” Deus. O coração está apertado com as preocupações do dia a dia e com as dores da existência. Não tem trilha sonora, nem luz ambiente. Mas então o Espírito me recorda de trechos da Palavra que um dia decorei: “Com amor eterno te amei e com benignidade te atraí”, “te tenho gravado na palma das minhas mãos”, “Eis que estou convosco todos os dias”… É suficiente. Começo a cantarolar um hino, leio a Bíblia e oro ao Deus da minha vida.
Sim, acredito. E isso faz toda a diferença.

Andréa Guimarães

Recentes

Mensagem - A Páscoa Cristã

Pastoral

A Páscoa Cristã

Mensagem - Ensinando a Mensagem do Reino de Deus

Pastoral

Ensinando a Mensagem do Reino de Deus

Mensagem - Igreja Acolhedora

Pastoral

Igreja Acolhedora

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.