Mensagens

15/02/2018 12:07 - Atualizado em 15/02/2018 12:08

Ausência sentida

“Quereis também vós outros retirar-vos?” (João 6.67)

A pergunta feita pelo Senhor Jesus aos seus discípulos merece uma reflexão neste tempo em que muitos estão abandonando a fé cristã. Jesus acabara de proclamar uma dura mensagem que causou certo escândalo entre os religiosos judeus. Reconhecendo que o discurso fora duro, aqueles homens abandonaram a presença do Mestre.

Em seguida, complementando Sua palavra, Ele afirma: “…as palavras que eu vos tenho dito são espírito e vida”.(João 6.63b).

Aqueles homens – que se diziam seguidores de Jesus – desistiram de andar com Jesus porque tinham uma compreensão equivocada a respeito do reino de Deus. Talvez esperassem que Jesus expulsasse os dominadores romanos e, assim, estabelecesse um novo reino. A ideia da vinda do Messias era para eles a esperança de um reino político.

Frustrados em suas equivocadas expectativas, abandonaram o Mestre.

Hoje, temos sentido a falta de muitos irmãos que, por diversas razões, deixaram de frequentar os cultos. Alguns, por negligência; outros por esfriarem na fé; e outros porque não conseguem crer no Evangelho simples e puro, como nos apresenta as Escrituras Sagradas.

Alguns, ainda, porque tentam viver a vida cristã à sua maneira. Criticam a liturgia, a obra missionária e social da igreja, a administração, as pregações, etc., mas são omissos nas contribuições e no serviço cristão.

Outros, ainda, se autodenominam “desigrejados”. Ora, sendo a igreja o “corpo de Cristo”, deveríamos chamá-los de “desincorporados”? Uma pena! Nenhum de nós deveria procurar fazer a vontade de Deus do nosso jeito. O único jeito de termos a nossa vida abençoada por Deus é através da absoluta devoção a Ele.

O Senhor Jesus nos quer como seus companheiros de jugo. Ele quer que andemos com Ele durante toda a nossa vida e que sejamos testemunhas de Sua graça.

Nossa igreja, através dos ministérios, continuará no seu esforço de buscar aqueles irmãos que estão afastados da comunhão com a igreja.

Queremos estar juntos aqui e na eternidade!

O conselho em Hebreus é válido para todos nós: “Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima” (Hebreus 10.25).

Estejamos juntos, preservando a comunhão até o retorno do Senhor Jesus.

Pr. Arlécio Franco Costa

Recentes

Mensagem - Vigilia de Oracao pelo Brasil

Oração

Vigília de Oração pelo Brasil

Mensagem - Viagem Missionária a Barra Longa

Pastoral

Viagem Missionária à Barra Longa

Mensagem - Jubileu de Pinheiro

Pastoral

Jubileu de Pinheiro

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.