Mensagens

3/09/2018 11:34 - Atualizado em 3/09/2018 11:35

É sua obrigação, sim!

Certa ocasião, ainda criança, relutei em cumprir uma ordem do meu pai com a desculpa de que não era minha obrigação. Ele, de imediato, com autoridade me exortou, dizendo: “É sua obrigação, sim!”. E, acrescentou: “Eu estou mandando!” 

A tarefa era simplesmente ajudar um dos meus irmãos a carregar um objeto. Eu, como irmão mais velho, deveria ajudá-lo naquela empreitada.

A atitude do meu pai, aparentemente autoritária, impregnou em minha mente a compreensão de que, mesmo que não seja minha a responsabilidade de alguma tarefa, devo ajudar o próximo em suas necessidades.

Nós, os cristãos, deveríamos ter essa preciosa verdade em nossa mente e em nosso coração. Com certeza, essa seria a maneira mais eficiente de anunciar o evangelho àqueles que, diariamente, convivem conosco.

Li, alhures, a história de uma criança pobre que, após ser ajudada por um estranho, perguntou: “O senhor é Jesus?”. Ela deveria ter ouvido as histórias sobre Jesus e como Ele bondosamente recebia as crianças e as abençoava. Ou, ainda, que Ele multiplicou pães e peixes para alimentar uma multidão faminta, que curou leprosos, deu vista a cegos e abençoou milhares de pessoas.

Ao ser, portanto, abençoada no suprimento de sua necessidade, imaginou que era Jesus o seu benfeitor.

Sim, amados, é nossa obrigação ajudar aqueles que, em nosso convívio diário, necessita de alguma ajuda. Precisamos enxergá-los com os “olhos” da alma.

Deus, em Sua graça e misericórdia, nos dá o privilégio de sermos Seus instrumentos para levar ao coração de cada pessoa a doce e poderosa mensagem do Evangelho. Mensagem de perdão, de paz, de salvação e de vida eterna.

Todos precisam conhecer o amor de Deus manifestado na vida de Jesus Cristo. E nós, quer queiramos ou não, temos a obrigação de compartilhar essa mensagem.

Precisamos entender que o Evangelho é a maior revelação de Deus para a humanidade e é a única mensagem pela qual alguém pode ser salvo.
Por isso, amados, sejamos sensíveis à voz do Senhor e, a tempo e fora de tempo, proclamemos a mensagem de salvação.

E, com certeza, a melhor maneira de fazermos isto é nos prontificarmos a ajudar as pessoas em suas demandas. Jesus fez isto!

Seja, portanto, um abençoador. Entenda que é, sim, obrigação sua. Não por constrangimento, mas por amor.

Pr. Arlécio Franco Costa

Recentes

Mensagem - Ainda Missoes

Evangelismo e Missões

Ainda Missões...

Mensagem - Com Jesus que diferenca

Pastoral

Com Jesus, que diferença!

Mensagem - Missoes e minha responsabilidade

Evangelismo e Missões

Missões é minha responsabilidade

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.