Mensagens

30/03/2013 23:33 - Atualizado em 30/03/2013 23:33

Ele ressuscitou!

Podemos imaginar que aquele final de semana fora difícil para os discípulos. Jesus falou algumas coisas incompreensíveis para eles. Ele dissera: “Eu vou para o Pai, e não Me vereis mais”; e: “o Filho do homem será entregue aos gentios, e mata-Lo-ão”.

Jesus falava de morte e ressurreição, e, mesmo não entendendo, tinham eles receio de perguntar-Lhe. Na quinta-feira, durante a instituição da Ceia, Jesus disse que tinha escolhido doze, mas um deles era um traidor; afirmou ainda que Pedro iria negá-Lo.

Aquele tempo foi difícil, sobretudo, para o próprio Jesus. No Jardim de Getsêmani, em grande agonia, o Seu suor se tornou em gotas de sangue e orou ao Pai, pedindo-Lhe que, se possível, passasse dEle aquele cálice.

Após aqueles momentos de angústia, chega a multidão instigada pelos sacerdotes e anciãos do povo e O prendem. Ele vai ser julgado, considerado inocente pelas autoridades romanas, e, mesmo assim, crucificado. Em sua morte acontece um terremoto. Foi sepultado com o receio de Seu corpo fosse roubado pelos discípulos; as autoridades romanas montaram guarda em Seu sepulcro.

Apesar do túmulo bem guardado, bem vigiado, nada impedia o agir de Deus. No Domingo, primeiro dia da semana, ainda de madrugada, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro. Foram surpreendidas por um grande terremoto e o aparecimento de um anjo do Senhor que removeu a pedra do sepulcro, e, assentado sobre ela, lhes disse: “Não temais; porque sei que buscais a Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui; mas ressuscitou, como tinha dito” (Mt 28.5,6).

Aquelas palavras dos anjos são essenciais para o crente: crer de todo o coração que Jesus ressuscitou gloriosamente, e que esta mensagem deve ser levada a todos os povos, para que possam crer, também, no Cristo vivo.

O próprio Jesus, reitera o texto sagrado: “…veio ao encontro delas e disse: ‘Salve! Não temais! Ide avisar a Meus irmãos que se dirijam à Galileia, e lá Me verão’” (Mt 28.9,10). A consequência da ressurreição é o fortalecimento da nossa fé e a responsabilidade de levar as boas novas a todos os povos.

Hoje, ao celebrarmos a ressurreição de Jesus, o Filho de Deus, renovemos nosso compromisso com o Cristo vivo, e proclamemos ao mundo que Jesus é a única esperança.

Jesus vive! Aleluia!

Pr. Arlécio F. Costa

Recentes

Mensagem - Parabens professor

Educação Cristã

Parabéns, professor(a)!

Mensagem - Dividas o que fazer

Pastoral

Dívidas! O que fazer?

Banner Site Adorarte

Artes

A arte que Proclama o Reino

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.