Mensagens

23/02/2013 17:05 - Atualizado em 23/02/2013 17:05

Gratidão: memória do coração

Conta-se que no dia 8 de Setembro de 1860 uma terrível tempestade abateu-se sobre o Lago Michigan, e ameaçou afundar o navio de passageiros Lady Elgin.

Na praia, observado o desdobramento da tragédia, estava um grupo de estudantes do Instituto Bíblico Garrett, que ficava perto. Quando o navio começou a partir-se, um dos estudantes, Edward W. Spencer, viu uma senhora agarrada a um dos destroços. Sem conseguir ficar apenas observando o naufrágio, Spencer tirou o casaco, jogou-se nas agitadas águas, nadou até ao navio e trouxe aquela senhora em segurança para a praia.

Spencer nadou repetidas vezes e trouxe náufragos de volta, até que suas forças falharam e ele desmaiou na praia, exausto. Como resultado de seus esforços, 17 vidas foram salvas, mas o ato heroico quase lhe custou a vida. Ele nunca recuperou totalmente a saúde. 

Após a sua morte, alguns anos mais tarde, alguém escreveu a sua esposa se era verdade que nenhum dos náufragos salvos havia agradecido o heroísmo de seu marido. Aqui está a resposta dela: “A afirmação é verdadeira. Spencer nunca recebeu nenhum agradecimento das pessoas que ele conseguiu salvar, e nenhum reconhecimento por parte de qualquer uma delas”.

A seguir, num admirável espírito de magnanimidade, ela colocou a culpa da aparente ausência de gratidão na confusão geral reinante e na exaustão dos resgatados.

Ela encerrou a carta com estas palavras: “Meu marido sempre manteve esse ponto de vista acerca daquele episódio; nunca manifestou qualquer ressentimento, e tenho certeza de que nunca o sentiu. Fez o melhor que pôde, sem esperar recompensas ou apreciação”.

Todos nós, sem exceção, temos sido abençoados ao longo de nossa vida por centenas ou milhares de pessoas. São os nossos pais, professores, profissionais das mais diversas áreas, membros de nossas igrejas, e, também, pessoas desconhecidas.
Mas, pergunta-se, será que já tivemos alguma palavra de reconhecimento e de gratidão por aqueles que nos abençoaram? Eles não cobram agradecimento, não precisam. Nós, porém, é que precisamos agradecer.

A gratidão, diz o poeta, é a memória do coração.

Seja grato! A Palavra de Deus nos exorta: “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (1 Tess 5.17).

Pr. Arlécio F. Costa

Recentes

Mensagem - AgostoJA

Jovens e Adolescentes

AgostoJA – A Cultura do Reino

Mensagem - Evangelizacao da Familia

Evangelismo e Missões

Evangelização da Família

Mensagem - CEU

Evangelismo e Missões

CEU - Campanha de Evangelização Urbana

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.