Notícias

7/08/2015 14:38 - Atualizado em 7/08/2015 14:38

Histórias dos Hinos que cantamos – Mas eu sei em quem tenho crido…

Não há hino de afirmações mais firmes e alegres do que este: “Eu sei em quem tenho crido!”, e “Estou bem certo que é poderoso para guardar o meu tesouro até o final!” Foram estas certezas que nortearam as vidas do escritor, o major Daniel Webster Whittle, e do compositor James McGranahan, que seguiu Philip P. Bliss como diretor de música nas suas campanhas evangelísticas. Certamente, por isso, a letra e a melodia se unem tão maravilhosamente!

Whittle, cuja mãe, uma crente dedicada, colocou uma Bíblia na sua bagagem quando ele saiu para a Guerra Civil, não deu muita atenção a isso. Foi depois de batalhas sangrentas, de perder seu braço direito e ser capturado pelo inimigo, que ele pegou esta Bíblia do fundo de uma sacola e aceitou o Salvador que sua mãe amava. Sabia o que era passar dias maus e tristes, e dias de bonança, como empresário próspero após a guerra. Sabia o que era deixar tudo para entrar no ministério evangelístico, pela fé e viver somente, com resultados felizes, sempre pela provisão de Deus. Este hino é o seu testemunho de total confiança em Cristo, cuja graça salvadora continuava um ministério para ele, mas era a base da sua vida. Embora não compreendesse como o Espírito trabalhava no seu coração, e não soubesse quando o Senhor voltaria, isso não importava. Ele tinha em que se firmar, e isso lhe bastava:

Mas eu seu em quem tenho crido 
E estou bem certo que é poderoso 
Pra guardar bem o meu tesouro 
Até o fim chegar

Nós que, pela graça de Deus e a obra do espírito Santo, cremos no Salvador, o “Verbo Divinal”, também temos estas mesmas certezas! Cantemos este hino de todo o coração, como testemunho do seu grande amor.

Whittle e McGranaham usaram este hino nas suas conferências evangelísticas e o publicaram em Gospel Hymns N° 4 em 1883. Sankey também o usou nas suas campanhas mundiais e incluiu-o na série Sacred Songs and Solos (Cânticos e Solos Sacros) publicada na Inglaterra, logo depois. Assim este hino de afirmação se difundiu ao redor do globo.

Para chamar atenção especial à mensagem do hino, recomenda-se “uma maneira dialogada de cantar o hino, com as estrofes cantadas, uma por uma, por quatro solistas e o estribilho pela congregação”.

Bibliografia: Richardson, Paul. A. I Know Whom I Have Belived In: Hustad, Donald P., The Worshiping Church – A Hymnal, Worship Leader’s Edition, Carol Stream, IL, Hope Publishing Company, 1990.

 

Recentes

Noticia - Seminario para Mulheres

Eduação Cristã

Seminário Para Mulheres 2017

Banner Acampa JA 2017

Jovens e Adolescentes

Acampa JA 2017

Banner One Curso de Noivos

Família

ONE 2017.2 - Curso Para Noivos

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.