Mensagens

28/11/2014 19:02 - Atualizado em 28/11/2014 19:02

Liberdade? De quê?

Quando criança, eu olhava para a Bíblia com a perspectiva negativa de que era um livro dos “nãos”, que me proibia praticamente de tudo. Meu olhar para as coisas do mundo era focado na oferta de uma liberdade que parecia ser satisfatória e completa. A Palavra de Deus proibia, mas a cartilha do mundo libertava, que coisa boa, não? Pelo menos era o que parecia para mim.

Enquanto me afastava dos mandamentos de Deus, eu me engraçava cada vez mais com certos desejos que se tornaram insaciáveis. Nunca era o bastante. A liberdade que o manual do mundo me apresentou parecia inalcançável e eu a buscava cada vez mais. O que dava prazer era tão passageiro, que eu precisava correr atrás daquilo desesperadamente e não tinha limites. Eu me sentia como aqueles pobres ratinhos que ficam correndo numa espécie de roda atrás de um pedacinho de queijo. Os pobres ratinhos nunca alcançam a recompensa. Eu me tornei escravo na busca de uma ilusória liberdade.

Graças ao bom Deus, sua Palavra enraizada em meu coração, desde a infância, foi “suficiente”, pois a verdade de Deus é, e sempre será, suficiente para todo que nela crê, e foi o que me resgatou da escravidão do mundo.

Observem a pobre vida de uma pessoa viciada. No início é uma brincadeira, um experimento, algo prazeroso. Mas esse tipo de prazer passa logo e a realidade, ao voltar, é assustadora. Voltar àquilo que dá prazer parece ser a única saída, então, o ciclo viciante passa a dominar e o resultado é escravidão.

Estamos falando de tudo que nos faz prisioneiros neste mundo. De um comprador compulsivo a um usuário de craque. Daquele que não sai de casa sem uma superstição, ou daquele que na sexta-feira a noite sente o forte desejo de extravasar sob o efeito do álcool e afins. Do religioso fanático, àquele que pensa ser ele mesmo o deus de sua vida.

Eu demorei um pouco, mas felizmente Deus me levou a perceber que os “nãos” da Bíblia eram para minha proteção. Entendi que uma vida debaixo dos preceitos de Deus tem a verdadeira liberdade que não vai embora com os problemas do dia-a-dia. Ser livre é estar sob o governo e serviço do Senhor Jesus. Experimente!

Minha oração é para que desde agora, e no decorrer do próximo ano, nós estejamos inteiramente “presos” à liberdade de Cristo, e mais, que sigamos em santificação para a Vida Eterna com Ele e por meio Dele.

“Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna;” (Romanos 6.22)

Grande abraço a todos.
Deus os abençoe grandemente.

Recentes

Mensagem - A importancia da igreja local

Pastoral

A importância da Igreja local

Mensagem - Despertamento Espiritual

Pastoral

Despertamento Espiritual

Mensagem - Família

Família

Família

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.