Mensagens

11/12/2017 13:54 - Atualizado em 11/12/2017 13:54

Luzes do Natal

Neste mês de dezembro observa-se a tradição de ornamentar residências, lojas e praças com motivos natalinos. As luzes do natal nos remetem à reflexão sobre a verdadeira luz do Natal, Jesus Cristo.

Vejamos o que diz a Palavra de Deus:

Primeiro: Jesus é a Luz da Vida: Mateus 1.21,23 “Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles. Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco)”.

Neste texto, a profecia de Isaías 7.14 é repetida para confirmar seu cumprimento. O Deus que criou a vida, agora vem viver na existência humana e terrena. Ele viveu, mas já vivia antes e sempre existiu. Quando o menino Jesus veio à luz, toda a energia vital do Criador estava ali, mesmo que contrastando com a fragilidade que se sujeitou.

Desde o primeiro choro de bebê aos brados na cruz, a vida de Jesus foi a luz mais forte que este mundo já conheceu. Desde quando seus olhinhos frágeis viram a luz pela primeira vez até o momento que a pedra da sepultura foi aberta para que sua luz raiasse mais uma vez, Cristo sempre foi a maior luz.

Jesus é a luz da vida!

Segundo: Jesus é Luz de Deus: Mateus 2.2 e 10 “E perguntavam: Onde está o recém-nascido Rei dos judeus? Porque vimos a sua estrela no Oriente e viemos para adorá-lo. E, vendo eles a estrela, alegraram-se com grande e intenso júbilo.”

Os magos eram estudiosos que procuravam uma luz. A luz do conhecimento. A luz da sabedoria. Mas sabiam que a luz mais forte vem de Deus. Por isso, uniram seu conhecimento dos astros, sua sabedoria nas experiências da vida e o seu temor ao Senhor, numa busca pela verdadeira luz de Deus.

A estrela que raiou até Belém foi o guia para os magos. Nenhuma ciência ou cultura poderia explicar este fato. Embora todos percebessem o brilho da estrela, muitos não conseguiam enxergar seu significado (Lucas 2.32). Sua visão era ofuscada. Somente pela fé se podia ver tamanho brilho. Só Deus pode iluminar o ser humano.

Jesus é a Luz de Deus!

Terceiro: Jesus é a Luz do mundo: Mateus 4.16 “O povo que andava em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz.”

Este texto é uma citação de Isaías 9.2 quando se cumpriu esta profecia. Realmente o mundo viveu em trevas até que Jesus se manifestou. Todo conhecimento de Deus era obscuro e de difícil acesso até que a revelação se tornou clara como uma luz na vida de Cristo.

O Mestre mesmo disse “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida” (João 8.12). Somente com Jesus podemos também ser “luz do mundo” (Mateus 5.14), como o Senhor nos ensinou que “assim brilhe também a vossa luz diante dos homens” (Mateus 5.16). Jesus sempre será o nosso foco e fonte de energia. Sem ele estaríamos apagados em trevas.

Jesus é a Luz do mundo!

Jesus é a Luz do Natal!

Nem todas as luzes do mundo ao mesmo tempo poderiam expressar o brilho do significado natalino. A luz de Jesus é incomparavelmente maior.
Desejamos que nas festividades familiares e do congraçamento entre amigos, Jesus seja o assunto principal. Um Natal cheio de enfeites é sem brilho se não tiver a luz verdadeira que somente Jesus pode dar. Não deixe seu Natal no escuro sem Jesus.

Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
(pastor metodista) 

Recentes

Mensagem - Sede Santos

Pastoral

Sede Santos!

Mensagem - O Brasil esta enfermo

Pastoral

O Brasil está enfermo!

Mensagem - Vamos as urnas

Pastoral

Vamos às urnas!

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.