Mensagens

5/02/2018 11:10 - Atualizado em 5/02/2018 11:10

Ministério da Misericórdia

Um estudo dos dons espirituais relacionados no Novo Testamento mostra que eles estão divididos em duas categorias básicas: ”dons da palavra”, exercidos especialmente por meio de habilidades verbais, e “dons de obras”, desempenhados principalmente por

A palavra chave do Novo Testamento para o ministério de obras é diakonia, geralmente traduzida na Bíblia como “servir”. A raiz da palavra significa alimentar alguém servindo-lhe à mesa. Encontramos um exemplo em Lucas 10.40, em que Marta prepara uma refeição para Jesus.

Outro exemplo é um grupo de mulheres que acompanhavam Jesus e os apóstolos, providenciando alimento e cuidando de outras necessidades físicas; esse ministério é chamado diakonia (Mt 27.35; Lc 8.3). No livro de Atos, a tarefa de promover as necessidades diárias das viúvas da igreja primitiva também é chamada diakonia (6.2).

A importância do ministério de obras é observada em dois textos bíblicos: Lc 22.24-27 e 1João 3.17,18. Em Lucas 22 Jesus pergunta: ”pois quem é maior? Quem está à mesa ou quem serve [diakonia]?( v.27).” A pergunta é digna de nota, pois, na escala de valores da cultura grega da época, servir a alguém era considerado terrivelmente degradante. Platão afirmou: “como alguém pode ser feliz quando tem de servir a outra pessoa?”. Jesus, então, faz uma declaração surpreendente, dizendo que a grandeza cristã é o oposto do conceito do mundo: “ estou entre vós como quem serve [diakonia] (v27).”

Um “diáconos”! Alguém que ajuda a servir e limpar mesas! Esse é o modelo cristão de grandeza e o modelo da obra de Cristo. Ele veio prestar o serviço mais humilde e básico. Ah! Como somos cuidadosos em desejar o serviço do reino ligado à Palavra ou que nos coloque sob os holofotes! Não menos importante ao trabalho da igreja é o ministério de obras que atende às necessidades físicas mais básicas por meio do trabalho mais “servil.”

“Quem, pois, tiver bens do mundo e, vendo seu irmão em necessidade, fechar-lhe o coração, como o amor de Deus pode permanecer nele? Filhinhos, não amemos de palavra, nem de boca, mas em ações e em verdade. “ 1 João 3.17,18

João está afirmando com ousadia que amar só de palavra não é amar de verdade. “Amar” significa oferecer ao semelhante o que ele necessita. Às vezes precisamos de palavras para fazer isso; muitas vezes precisamos de ações. Não podemos limitar nosso amor apenas às necessidades localizadas nos “círculos internos”; devemos estendê-lo também aos círculos externos, às necessidades que as pessoas sentem. Negligenciar essas necessidades não significa “amar pela metade”, significa não amar de jeito nenhum.

Ministério Diaconal da IBBP
Extraído do livro “Ministérios de Misericórdia”
Timothy Keller

Recentes

Mensagem - Um por todos e todos por Um Esperanca Proposito e Reino

Jovens e Adolescentes

Um por todos e todos por Um: Esperança, Propósito e Reino.

Mensagem - Viagem Missionária a Barra Longa

Evangelismo e Missões

Viagem Missionária à Barra Longa

Mensagem - Qual a sua maior ambicao

Pastoral

Qual a sua maior ambição?

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.