Notícias

14/01/2013 20:05 - Atualizado em 14/01/2013 20:05

Ministério Missão Alma Livre tem trabalho reconhecido pela Pastoral Carcerária

O ministério de capelania prisional Missão Alma Livre, apoiado pela IBBP,  iniciou em 2005 o trabalho nas unidades prisionais de Belo Horizonte, Ribeirão das Neves, Sabará, São Joaquim de Bicas e Vespasiano e os resultados têm atraído a atenção de lideranças em todo o Estado. Exemplo da visibilidade do ministério foi a participação da missionária Mônica Peixoto no 1º Seminário Pastoral Carcerária/MG, realizado em BH, no final de 2012, pela Igreja Católica, no Museu da PUC Minas. Idealizadora do Missão Alma Livre, Mônica esteve na mesa de abertura e falou sobre o trabalho desenvolvido pelas igrejas evangélicas no ambiente carcerário.

O seminário abordou o tema “Discutindo o combate às violações aos direitos fundamentais para a pessoa em privação de liberdade” e, segundo Mônica, foi uma ótima oportunidade de falar sobre a atuação dos Batistas nas unidades prisionais. “Foi um prazer e uma honra participar do Seminário. Isso confirma a seriedade do nosso trabalho e, sem dúvida, os bons resultados que temos atingido. Além de uma equipe com vários irmãos-voluntários empenhados em propagar o amor de Cristo nas penitenciárias, há um grupo dando o melhor de si do lado de fora, recebendo mães e seus filhos na Casa de Apoio a Mães e Filhos. Deus tem nos honrado e ainda temos muito que avançar”, considera
Mônica.

Além da assistência religiosa, outros aspectos também mereceram destaque em dois dias de programação como a saúde, a educação, o trabalho, a revista vexatória, as torturas e os maus tratos, em como a justiça restaurativa.

De portas abertas
A Casa de Apoio a Mães e Filhos, projeto implantado pela Missão Alma Livre há dois anos, acaba de receber mais uma mãe ex-presidiária com seu filho de dez meses. Uma das missionárias voluntárias do projeto fez as honras da casa e os conduziu ao novo endereço. “Será oferecido a esta mãe atendimento integral e individualizado. Esperamos vê-la  trilhando um novo caminho. Não temos tempo a perder e, por isso, requeremos das mulheres atendidas verdadeiro compromisso de mudança”, enfatiza Mônica Peixoto, missionária vinculada à Junta de Missões Nacionais e à Convenção Batista Mineira.

A Casa abriga, atualmente, quatro famílias. Localizada no bairro Floresta, em Belo Horizonte, o espaço conta com o trabalho voluntário de mulheres que moram na casa em tempo integral. A residência, que é alugada, sobrevive da doação de irmãos e amigos. Interessados em contribuir devem fazer contato pelo telefone  (31) 3429-2000 ou pelos e-mails casaalmalivre@hotmail.com e capelaniaprisional@batistas-mg.org.br. São bem-vindas doações de fraldas, leite, mantimentos, produtos de higiene pessoal e limpeza, roupas infantil/adulto, calçados infantil/adulto e doações financeiras.

Fonte:  Jornal O Batista Mineiro (CBM)

Recentes

Adorarte 2017

Artes

Adorarte 2017

Outubro das Artes

Artes

Outubro das Artes

_DSC7979

Terceira Idade

Projeto Vitalidade

Comentários

  1. Marcia da Siva de Souza disse:

    Ola boa noite!
    Graças e a paz

    Gostaria de saber informações do curso Educação de Filhos à Maneira de Deus ,quais dia e horário.

    Desde ja agradeço atenção.

  2. Maria goretti Machado disse:

    Boa tarde. Gostaria de saber sobre aula de canto. Não sou da igreja, não sei se é um impedimento. Aguardo retorno. Grata. Maria goretti

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.