Mensagens

17/02/2015 14:59 - Atualizado em 17/02/2015 14:59

O cuidado terno de Deus

“A minha mão será sempre com ele, e o meu braço o fortalecerá” Salmo 89.21

Ao escrever este editorial, algumas ideias vinham à minha mente como flashes, assim como vinham, iam e confesso que esta tarefa é difícil.

Como gosto de cantar, comecei a cantarolar um hino antigo que me lembrei dele neste momento, e senti que poderia escrever algo sobre o cuidado terno de Deus.

A palavra terno significa afetuoso, meigo e suave. Assim diz a 1ª estrofe do hino:

De teu cuidado terno me cerca, ó Salvador;
Porque se Tu ao longe estás eu fico sem vigor!
Ao pé de Ti desejo, Meu Deus, meu Pai, viver,
E tua forte mão sentir,
A minha mão suster.

Como é difícil, imaginar as possibilidades do cuidado terno de Deus para conosco. Confiamos que o Seu cuidado está presente todos os anos, dias, horas minutos e segundos da nossa existência e geralmente, não damos conta disso. Precisamos ter fé e confiar em Deus, pois Ele prometeu que estaria conosco: “Eis que eu estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos” Mateus 28.20b.

A Sua bondade e misericórdia se renovam todas as manhãs sobre a nossa vida. O ar que respiramos, o sol, a chuva, o alimento, o vestuário, a inteligência, a saúde, os que estão ao nosso redor, tudo, tudo vem de Deus. Você já parou para pensar nisto?

Geralmente, buscamos a Deus quando estamos enfrentando um grande vendaval em nossa vida. Somente nas horas de perdas de algo que tem significado para nós, é que nos lembramos d’Ele e corremos para os seus braços. Porém, quando tudo está tranquilo conosco, saúde, finanças, nossos relacionamentos etc. sem percebermos nos distanciamos da presença de Deus.

A presença de Deus é revigorante, ela nos dá alegria e paz. Diz ainda ao hino: “Ao pé de Ti desejo, Meu Deus, meu Pai, viver, e Tua forte mão sentir, a minha mão suster” certamente nos sentiremos seguros e sustentados pelas poderosas e fortes mãos do Senhor. Contudo, quando nos sentimos desencorajados, desanimados, fracos e vacilantes na fé, temos que buscá-Lo logo. “Buscar-me-eis e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração” Jeremias 29.13. A busca tem que ser sincera e de coração, não da boca pra fora, apenas para demonstrarmos contritos aos olhos dos outros, pois, com Deus não se brinca.

Desfrutemos, pois, do cuidado meigo do Senhor.

Lenir Silveira

Recentes

Mensagem - AgostoJA

Jovens e Adolescentes

AgostoJA – A Cultura do Reino

Mensagem - Evangelizacao da Familia

Evangelismo e Missões

Evangelização da Família

Mensagem - CEU

Evangelismo e Missões

CEU - Campanha de Evangelização Urbana

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.