Mensagens

10/09/2014 14:44 - Atualizado em 10/09/2014 14:49

O filho que gastou a fortuna loucamente (Lucas 15.11-32)

Esse é um discurso de Jesus onde ele faz uma comparação entre a vida de um pai e de dois filhos e o destino que cada um dá para a sequência da sua história. É a nossa decisão que poderá mudar completamente a história da nossa vida. Nunca espere que Deus tome uma decisão por você. Ele sempre fará a parte dEle mas, a tomada de decisão de seguir os Seus passos, os Seus ensinos e o reconhecimento que tudo o que somos e temos vem dEle, essa decisão tem que ser tomada individualmente por cada pessoa hoje. 

Algumas lições:

- O mais moço quis “aproveitar a vida” (v.12);

- “Dissipou” = espalhou, derramou, consumiu, destruiu, esbanjou, dispersou, desfez e perdeu tudo o que herdou (v.13);

Esse moço não deu valor ao que o pai construiu durante décadas (inclusive com a ajuda dele). Ele não se importou com nada, ele desejou tão somente “aproveitar a vida.”

- Um dia as “conseqüências” do que plantamos, do que escolhemos, do que decidimos fazer, vem ao nosso encontro. Ficamos “cara a cara” e precisamos enfrentar uma nova realidade (v.14);

- Nem sempre colhemos o que plantamos, comendo comida de porcos. Mas esse moço chegou a esse ponto (vs.15-16);

Para Deus sempre há tempo para reconciliar. Ele sempre nos dá uma segunda chance.

- Tomara não seja necessário chegarmos à miséria para reconhecermos que já tínhamos algo bom em nossas vidas (v.17);

- [PAI] ele lembrou que tinha um relacionamento com o seu pai. Deus sempre deseja ter um relacionamento conosco. Um relacionamento sincero, verdadeiro, por tempo indeterminado. Deus deseja ter um relacionamento conosco diariamente a exemplo do que ele fazia com Adão e Eva no Jardim do Éden (v.18a);

- [PEQUEI] ele percebeu que havia pecado contra Deus e contra seu pai. Isso foi um reconhecimento de que ele precisava do perdão de Deus e de seu pai. Ele reconheceu que havia pecado. Todos nós pecamos. Só não reconhecemos que pecamos quando nossos olhos não estão voltados para Deus. A santidade de Deus nos faz reconhecer que somos pecadores (v.18b);

- [INDIGNO] ele verbalizou não ser digno de ser chamado de filho. Essa é uma atitude de arrependimento. Quando nos sentimos indignos de merecermos alguma coisa, estamos a um passo desse arrependimento sincero (v.19a);

- [SERVIÇO] ele se dispôs a servir. Não mais como filho mas como empregado. Uma mudança interior estava acontecendo na vida daquele jovem. Ele estava com uma nova disposição para recomeçar sua vida de maneira humilde (v.19b).

Nenhum de nós é diferente desse jovem. Temos as mesmas características desse filho chamado de “filho pródigo.” Muitas vezes, na história de vida de cada um de nós, nos perguntamos: - Por que Jesus iria se importar comigo? Por que eu deveria esperar que Ele fosse se preocupar comigo, já que há bilhões de pessoas no mundo? Embora a terra esteja abarrotada de gente com seus problemas, a Bíblia diz que Jesus se importa conosco e com o que estamos passando.

A Bíblia mostra a grandeza do amor e cuidado do Senhor para conosco: “Não se vendem dois pardais por um asse? E nenhum deles cairá em terra sem o consentimento de vosso Pai. E, quanto a vós outros, até os cabelos todos da cabeça estão contados. Não temais, pois! Bem mais valeis vós do que muitos pardais.” (Mt 10.29-31). De acordo com as palavras de Jesus, nada acontece que Deus não perceba. Um pássaro não morre sem que Deus o saiba (e permita). E o seu cuidado para conosco é infinitamente maior do que com os pássaros. Ele tem declarado sua mensagem em alto e bom som: somos importantes para Deus. O que é importante para nós, é importante para Ele. Jesus se importa com nossa família, com nosso namoro, com quem vamos casar, que faculdade devemos cursar, onde devemos trabalhar… – Você crê nisso? Então viva isso plenamente!

Abraço a todos,

Marcos Adriano Lovera

Recentes

Mensagem - A importancia da igreja local

Pastoral

A importância da Igreja local

Mensagem - Despertamento Espiritual

Pastoral

Despertamento Espiritual

Mensagem - Família

Família

Família

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.