Mensagens

20/04/2013 21:09 - Atualizado em 20/04/2013 21:09

O poder do abraço

Este abraço é o contato espiritual de nossa mais profunda essência com Aquele de quem somos “imagem e semelhança”. Com o nosso Criador, Sustentador e Redentor. Com  Aquele que nos conhece por completo. Que sabe de nossas fragilidades e inquietações. Que nunca precisaria nos fazer perguntas, mas as faz para que possa conversar conosco, levando-nos a conhecer melhor a nós mesmos e a tudo que nos cerca. Como deveríamos estar atentos às Suas manifestações de carinho! Quão mais felizes, gratos e bondosos seríamos para com todos!

Não fomos criados para nos satisfazer com coisas. A nossa natureza original anseia por comunhão verdadeira com o nosso Criador, quer percebamos ou não. Por isso o grande santo do passado, o intelectual Agostinho, que viveu na segunda metade do quarto e no início do quinto século, disse: “fizeste-nos para Ti, e inquieto está o nosso coração, enquanto em Ti não repousar”. Podemos não reconhecer tal carência, mas quanto mais cedo o fi zermos, melhor será para nós.

Enquanto o abraço humano que pode nos sufocar ou oprimir, chegando a nós cheio de cobranças, o divino nunca nos sufocará ou diminuirá nossa liberdade. Pelo contrário! Ele nos libertará do que nos oprime, prejudica e escraviza, pois nos ajudará a perceber as coisas dentro de Sua verdadeira perspectiva. Além disso, pertencendo Ele, ao Deus que é eterno, não precisaremos nunca, eternamente, temer o futuro, pois Ele nos protegerá para sempre.

O abraço de Deus é redentor. Caímos, num passado remoto, numa situação de erro, como poderemos ler na Bíblia, no capítulo 3 de Gênesis. Desviamo-nos do caminho para o qual fomos criados. Afastamo-nos do projeto original de Deus. Todos nós. A Bíblia diz: “todos se desviaram” (Romanos 3.12a). Agora Ele, o Eterno, Aquele que sempre tomou a iniciativa de buscar os que Ele ama, oferece-nos o abraço que nos livra e recupera. Dentro dele a nossa vida, além de alcançar uma nova e maravilhosa perspectiva, estará segura para sempre.

(Excerto do cap. 3 do livro “O Poder do Abraço” de Isabel da Cunha Franco)

Recentes

Terceira Idade

Assessoria

Terceira Idade

Equipe de Apoio

Família

Conselheiros

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.