Mensagens

23/05/2016 16:58 - Atualizado em 23/05/2016 16:58

O projeto de Deus para a família

O modelo de família de Deus para a humanidade e, mais especificamente para os seus filhos, é o modelo de relacionamento responsável, união duradoura, amor conjugal, interesse mútuo, paternidade e maternidade responsável, participação solidária na vida familiar.

No projeto original de Deus, sua percepção de que não era bom o homem estar só o levou a formar a mulher, com o propósito de que esta viesse a ser sua companheira, sua ajudadora, com a geração de filhos. Estava formado o primeiro núcleo familiar no mundo, dentro dos padrões de Deus. A família que nasce em Deus é uma família voltada para a satisfação do ser: “Não é bom que o homem esteja só” (Gênesis 2.18). Esta constatação, por si mesma, evidencia que Deus estava interessado no bem estar da sua criatura. Família, portanto, surgiu para trazer satisfação, complementação, ajuste, prazer, alegria, plenitude e todos os outros sentimentos inerentes à própria condição de ser família, ou seja, família é para ser bênção segundo a intenção original de Deus. Por esta razão, os servos do Senhor não devem se contentar com nada menos que uma família bem estabelecida, ajustada, onde reine a paz e o amor. Se não experimentam esta realidade por algum motivo circunstancial, devem lutar diante de Deus, corrigindo seus erros (2 Crônicas 7.14).

No plano divino, a família é formada de um só parceiro(a), razão pela qual Deus providenciou apenas uma companheira para Adão, recomendando que os líderes fossem “maridos de uma só mulher”. Ele estabeleceu que o casamento seria o lugar para procriação e que o casal teria essa tarefa de povoar a terra. Estabeleceu que o relacionamento entre marido e mulher seria de submissão, por parte dela, em contrapartida ao amor, por parte dele. Deus definiu que os filhos são bênção e herança do Senhor, e que por isso os pais deveriam zelar por eles, aplicando disciplina, se necessário, sempre com amor. Também definiu que os filhos fossem obedientes a seus pais e que a eles deveriam honrar, prometendo longevidade para aqueles que assim procedessem.

Qualquer constituição familiar que fuja a este padrão divino é pecado, pois contraria frontalmente a intenção de Deus, caracterizando-se como desobediência aos seus ensinamentos. Todo servo de Deus deve primar por uma família dentro dos padrões divinos.

A família deve ser ajustada, mas nunca incorrer em embustes, fugindo daquilo que é recomendado pelas Sagradas Escrituras. O servo do Senhor deve agir e viver em conformidade com a vontade de seu Deus.

Que Deus abençoe cada um de nós a vivermos de acordo com Sua vontade e a construirmos famílias biblicamente ajustadas, nos capacitando a fugir das armadilhas que ameaçam a família.

Pr. Genilson Vaz
(Pr. da PIB de Ribeirão Preto, SP) – extraído do site da PIBRP

Recentes

Mensagem - AgostoJA

Jovens e Adolescentes

AgostoJA – A Cultura do Reino

Mensagem - Evangelizacao da Familia

Evangelismo e Missões

Evangelização da Família

Mensagem - CEU

Evangelismo e Missões

CEU - Campanha de Evangelização Urbana

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.