Mensagens

23/01/2013 11:12 - Atualizado em 23/01/2013 11:14

Ser ou não ser – eis a questão

O Senhor Jesus, ao final do Seu ministério terreno, ensinou: “Quem quer ser Meu discípulo, renuncie a Si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me… Que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder a sua alma?” (Mt 16.24,26).

Ser discípulo de Jesus é ser alguém digno de representá-Lo, com uma vida de obediência, de serviço e de santidade.

Não se trata tanto do fato de “ser” bom cristão, mas, sim, de lutar para sê-lo, do fundo da alma e do coração, cada vez mais e melhor, segundo a capacitação dada pelo Espírito Santo.

Reconhecemos que ninguém consegue ser perfeito ou bastante santo, por mais que tente, mas a cada um é exigido o seu melhor, conforme as suas reais possibilidades.

“Renunciar a si mesmo”, signifi ca renegar a todo o mal e a todo o pecado, isto é, a tudo aquilo que, segundo a sã consciência, pode ofender ou prejudicar, de algum modo, a Deus e ao próximo, ou a nós mesmos, em qualquer área da nossa vida (espiritual, familiar, profi ssional, eclesiástica, etc.)

“Tomar a sua cruz” signifi ca assumir todas as nossas fraquezas, limitações, defi ciências, enfermidades, sofrimentos, tribulações, provações, etc., por amor a Deus e ao próximo, de acordo com a Palavra de Deus, e em conformidade com a nossa fé, esperança e amor.

Todo aquele que, honestamente, pretende agradar a Deus, tem o dever de ter sempre a vontade de Deus como prioridade em sua vida, custe o que custar, sob pena de não merecer ser considerado Seu discípulo, ou seja, digno fi lho de Deus, herdeiro do Céu.

A este propósito, disse Jesus: “Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Pelo contrário, tende medo daquele que pode arruinar o corpo e a alma no Inferno!”. E, ainda: “Aquele que me renegar diante dos homens, também Eu o renegarei diante do meu Pai que está no Céu” (Mt 10.28,33).

Ser fi el a Deus é uma questão indiscutível para o crente em Jesus. Não há alternativa para aquele que crê. Quem busca alternativa o faz porque não é comprometido com os princípios e os valores do Reino de Deus.

A fé cristã é radical! Sim, sim! Não, não! O que passa disso…

Fidelidade não é para ser discutida. Fidelidade é uma questão de ser!

Pr. Arlécio Franco Costa

Recentes

Mensagem - Diaconia

Diaconal

Diaconia

Mensagem - Dia Batista de Oracao Mundial

Oração

Dia Batista de Oração Mundial

Mensagem - CEU

Evangelismo e Missões

Campanha de Evangelização Urbana

Comentários

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.