Mensagens

30/09/2015 16:46 - Atualizado em 30/09/2015 16:46

Sobre consolações, fazendas e frutos

“E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja sempre convosco” João 14.16

O Brasil vive hoje um tempo de completa falta de perspectiva. Notícias da atual crise econômica e crescente desemprego nos fazem temer o futuro. Manchetes que estampam cenas de violência, cada vez mais comuns, nos fazem temer por nossas vidas. Inúmeras reportagens sobre esquemas de corrupção nos fazem perder a fé no ser humano (Aliás, nem sei mais em que fase da Operação Lava-jato nós estamos!). Diante desse cenário, lembro-me quando aquele discípulo, Pedro, interpelou Jesus dizendo “Senhor, para quem iremos? Só tu tens as palavras de vida eterna.” João 6.68

Jesus era um homem experimentado em sofrimentos. Segundo o profeta Isaías ele foi desprezado e rejeitado, mas como um pai compadecido pelas dores e problemas enfrentados por seu filho, Cristo tomou para si as nossas angústias e aflições, pagou pelas nossas transgressões e sofreu em sua própria carne as mazelas deste mundo tenebroso. Como se não bastasse o sacrifício feito ali naquela cruz, ao ser elevado ao céu Jesus prometeu que não deixaria nenhum de seus filhos órfãos, abandonados ou sozinhos. Para que eles pudessem carregar os pesados fardos que a vida os impõe, Ele, amoroso pai, enviou um Consolador, a saber, o Espírito Santo.

O Espírito Santo é parte da trindade e habita na vida daquele que crê que Jesus verdadeiramente é filho do Deus Pai. O Espírito passa morar dentro de nós e, assumindo o papel de um dedicado fazendeiro, começa a cuidar da aridez do solo nosso coração. Somos então irrigados com fontes de águas vivas. Nossa terra passa a ser fértil para germinar semente da Palavra de Deus.  Somos iluminados e aquecidos pela Estrela da Manhã. Produzimos vida!  As flores do perdão, o pomar da esperança, os frutos de uma vida de paz sendo cultivados pelo Sumo Agricultor.

O musical infantil “O Fantástico Fruto da Fazenda” apresentado hoje por crianças da Igreja Batista do Barro Preto, nos fala sobre uma vida frutífera. Uma vida que vale a pena ser vivida, com senso de propósito e missão. Ainda que a previsão do tempo seja de profunda seca e escassez, o precioso trabalho do Fazendeiro em nosso em nosso coração garante colheita abundante!

Ao assistir este musical faça a reflexão: Em sua fazenda, querido amigo, como vão as colheitas?

Andréa Ramos Costa Guimarães
Ministra de Educação Cristã

Recentes

Mensagem - O coracao de pastor

Pastoral

O coração de Pastor

Mensagem - Lideranca Espiritual

Educação Cristã

Liderança Espiritual

Mensagem - Lideranca Espiritual

Educação Cristã

Liderança Espiritual

Comentários

  1. Nivalde Teixeira de abreu disse:

    Toda honra e Glória ao nome do Senhor. Tenho sido muito edificado com as Pastorais e estudos dos amados pastores do Barro Preto.
    Para mim esta Igreja é um referencial de fé e seriedade no Cristianismo.

Deixe o seu comentário!

Todos os campos são obrigatórios.